Ideias Básicas de Segurança para Computadores Caseiros

À medida que cada vez mais utilizamos os computadores também em casa, ficamos ainda mais dependentes da sua segurança. É pratico aceder ao site do nosso Banco para consultar os movimentos, fazer uns pagamentos, etc., etc., guardamos também as nossas fotografias, da nossa família, dos nossos filhos.

Se o seu computador não estiver seguro quem lhe garante que ele está a trabalhar só para si? Que não está a dar acesso a alguém que não conhece à sua conta bancária ou ao seu repositório de fotografias particulares?

Torna-se assim necessário tomar um conjunto de medidas que, ao fim ao cabo, até se tornam simples com a utilização no dia a dia.

Neste guia irei tentar desenvolver, brevemente, uma série de tópicos de forma a poder tornar o seu computador, ou a sua rede caseira, mais seguros. Trata-se de um documento que será continuamente melhorado e que será também desenvolvido em novos documentos que serão ligados a este.

MANTER TUDO ACTUALIZADO

Tão importante, ou mesmo mais, que ter um anti-vírus funcional e actualizado, é que o software do nosso computador esteja actualizado.

De tempos a tempos são descobertas falhas no software que podem tornar o nosso computador vulnerável a ataques, mesmo com um bom anti-vírus a solução mais segura é a actualização do software. Isto é especialmente crítico no software que é usado para aceder à Internet (Internet Explorer, Firefox, Java, Flash, Outlook, etc.) e nos que são usados para abrir ficheiros recebidos via Internet (PDFs, Word, Excel, etc.).

No caso do Windows, e alguns outros softwares, a solução mais simples é a activação das actualizações automáticas. Muitos outros softwares, como o Java e o Flash, apresentam avisos indicando a existência de actualizações, temos que nos educar a ler esses avisos e a seguir as suas instruções sobre como proceder. Em caso de dúvida contactar alguém que nos possa ajudar.

ANTI-VÍRUS

Com a propagação de vírus informáticos e outras formas de softwares maliciosos, o pacote de anti-vírus tornou-se um componente essencial para quem utiliza um computador.

É importante que o software de anti-vírus esteja activo e actualizado. Familiarize-se com o software, veja as suas várias opções, certifique-se que a Base de Dados de vírus é actualizada periodicamente, duas ou três vezes por dia não é exagero…

Caso não tenha anti-vírus considere seriamente a aquisição de um ou experimente um gratuito como o AVG.

FIREWALL

Uma firewall, em termos de redes informáticas, é um filtro que é aplicado às comunicações, no caso mais comum nos computadores “caseiros” este filtro é aplicado entro o nosso computador e a Internet.

Esta filtragem permite que o nosso computador seja protegido de acessos indevidos a partir da Internet, estes acessos podem ter por intuito a obtenção de dados existentes no computador ou a exploração de vulnerabilidades no software.

Convém sempre ter uma firewall activa, caso aceda à internet usando um router que permite o acesso à Internet de vários computadores é bem provável que este já tenha uma firewall activa, tente informar-se sobre o seu funcionamento.

Caso o computador esteja ligado directamente ao modem ADSL, ou Cable Modem, convém ter uma firewall activa. Muitos dos pacotes comerciais de anti-vírus incluem uma.

Activar a firewall do windows ou instalar uma firewall pessoal como a ZoneAlarm ou a Comodo.

O UTILIZADOR, VOCê

Em qualquer sistema o maior indutor de problemas e falhas acaba sempre por ser o “factor humano”, no caso o utilizador do computador, você.

Tal como um carro, por mais protecções e sistemas de segurança que sejam instalados, se conduzirmos como uns doidos continuamos a correr o risco de ter um acidente grave. Temos que aprender a ter uma “condução” segura.

Entre os cuidados básicos na utilização de computadores temos:

Não correr programas de origem duvidosa (downloads de sites desconhecidos, CDs piratas, etc)
Desconfiar sempre dos ficheiros que são recebidos via e-mail. Em caso de dúvida, não abrir, mesmo que aparentemente nos seja enviado por por alguém que conhecemos e confiamos.
Nunca visitar os sites referidos nos e-mails publicitários não solicitados (SPAM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *